o centro de agricultura urbana foi desenvolvido dentro da disciplina de projeto da faculdade de arquitetura e urbanismo Escola da Cidade. 
o projeto consistia em dar novo uso ao terreno do antigo gasômetro da cidade de São Paulo, o qual pertence atualmente a Comgás, onde existem alguns edifícios tombados. 
tendo em vista, o tamanho do terreno, a importância histórica para a memória da população e a proximidade com as regiões do Gasômetro e da Zona Cerealista optou-se em estabelecer um ponto de produção, trocas e conhecimentos agrícolas dentro da cidade, de forma a empoderar pequenos produtores, mas também fazer com que os moradores da cidade passem a cultivar seus próprios alimentos de maneira a depender menos de grandes empresas, diminuindo as etapas entre a mesa e o produtor.
dessa forma, os antigos balões de gás foram transformados em locais para cultivo de espécies de árvores enquanto todo o solo do terreno passa a ser utilizado como terreno fértil para cultivo de alimentos. os antigos edificios tombados ganham um novo uso: escola de gastronomia, espaço para oficinas e workshops em torno de alimentação viva e restaurante.
novos volumes são adicionados, de forma a abrigar granja, depósito de alimentos, composteira e também, espaço para feiras e trocas de alimentos. por fim, é criada uma pavimentação que indica os diferentes tipos de solo e torna todo o terreno permeável e livre para a circulação de pedestres que saem do metrô parque dom pedro II. 

1. planta térreo
2. corte longitudinal
3. corte transversal + diagrama implementação diferentes pisos

status: projeto acadêmico
orientador: Fábio Valentim

são paulo, brasil, 2015



manupbsl@gmail.com

︎ ︎